No dia 6 de abril de 2017, membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada na Câmara Municipal de São Paulo, acompanhados de guardas civis metropolitanos armados e de equipe de filmagem, invadiram escritório de trabalho dos Procuradores Municipais de São Paulo, localizado no interior de prédio do Poder Judiciário.

Sem ordem judicial, referidos agentes públicos violaram a imunidade profissional dos Advogados Públicos, praticando ato ilegal típico de estado de exceção.

Fiel aos seus princípios norteadores, que incluem a defesa do Estado Democrático de Direito e da Advocacia Pública, o Instituto Brasileiro de Advocacia Pública – IBAP une-se à OAB-SP e repudia com veemência violação à imunidade profissional dos Procuradores do Município de São Paulo vítimas de referido constrangimento ilegal.

Instituto Brasileiro de Advocacia Pública, 6 de abril de 2017

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *