O evento Milton Santos : conexões com o Direito Agrário e Urbanístico, abriu as portas do mundo jurídico a este fantástico pensador brasileiro.

O Professor Helbert Michel Pamplona De Oliveira, pesquisador integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Ordenamento Territorial e Urbanodiversidade na Amazônia – GEOURBAM do NAEA/UFPa, apresentou a grandeza da obra no aspecto de número de obras e uma síntese das grandes linhas do pensamento miltoniano e finalizou com a análise dele no contexto amazônico, especialmente a partir de seus estudos no Estado do Acre. Ao final da palestra, procurou enfatizar a importância do Milton na interpretação do espaço amazônico como um todo, e não somente do Estado do Acre.

O professor Dr Ibraim Rocha, Coordenador Estadual do Ibap, apresentou a palestra com título Milton Santos : Elementos Teóricos para explicar que os conflitos no campo, mostrando a atualidade dos conceitos da obra o Espaço Dividido, para entender as dinâmicas que regem as relações dos agentes sociais nas disputas pelo território no meio rural.

A advogada Marie Madeleine de Paula Lima, grande ativista do desenvolvimento urbano sustentável no Estado de São Paulo, apresentou as origens do direito urbanístico e seu contexto na cidade de São Paulo, conectado com os ideais de Milton Santos para uma urbanização que sirva ao cidadão.

Bruno Soeiro Vieira, professor de Direito Urbanístico Secretário Executivo do Conselho Superior da Administração Tributária de Belém, apresentou os problemas do desenvolvimento urbano de Belém, que privilegia a ocupação do espaço da cidade, privilegiando o Circuito Superior, conforme a linguagem de Milton Santos, causando prejuízos ao bem estar da comunidade.

O evento foi um bom espelho da atualidade do pensamento de Milton Santos, especialmente porque reforça as utopias e instrumentaliza o combate teórico e prático para um desenvolvimento rural e urbano com mais cidadania.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *