Thiago Arraes de Alencar Norões, 42 anos, procurador do Estado desde 1993, é o novo nome indicado pelo governador Eduardo Campos para comandar a Procuradoria Geral do Estado. Procurador de carreira, Thiago Norões tem a seu favor o conhecimento profundo da instituição e a experiência como procurador-geral adjunto, exercida nesses quatro últimos anos.
Thiago Norões nasceu em 16 de março de 1968, no Crato, no estado do Ceará. Formou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1991 e, em 1993, foi aprovado no primeiro concurso público da Procuradoria Geral do Estado, quando passou a fazer parte do quadro da instituição.
No discurso de transmissão de cargo proferido, no último dia 04, na instituição, Thiago falou sobre os desafios para dar continuidade à nova gestão e destacou o “incremento de eficiência” como uma das preocupações agregadas ao trabalho que irá dedicar. Segundo Thiago, o governo Eduardo Campos implementou um modelo de gestão que dificilmente deixará de existir. “Esse modelo de gestão que possibilitou resultados que saltam aos olhos de todos foi incorporado à cultura da administração pública aqui, no Estado, e nós temos de estar preparados para nos adequar a ele. Não basta o nosso saber jurídico. É importante que a Procuradoria saiba funcionar inserida dentro de uma dinâmica cada vez maior”, pontuou. 
O procurador geral destacou as realizações do antecessor e agora secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, com quem esteve ao lado nesse primeiro ciclo do Governo, e falou da motivação em dar continuidade ao trabalho. “A primeira motivação é de poder fazer parte de uma equipe que tem demonstrado como o trato da coisa pública pode ser feito de coisa diferente. Como a preocupação com os anseios da população e de uma região empobrecida e maltratada, e ter esses valores como meta pode fazer com que um trabalho aconteça de uma forma diferente”, disse.
Segundo Norões, diante dessa mudança na realidade da administração pública, a responsabilidade é ainda maior. “O nosso desafio é corresponder a essa imagem. É fazer um esforço enorme para aliar todas essas qualidades que nos atribuem, que são verdadeiras, com uma dedicação maior ainda com o trato da coisa pública e do que é esperado por nós não apenas pela administração, mas também pela população, que todos nós servimos”, avisou Thiago, que leva como ingrediente de aprendizado compartilhado com Tadeu Alencar o zelo com que tratou as demandas públicas. “É o zelo e o respeito pela coisa pública, que foram exemplificadas num grau que eu vou guardar sempre como lição e como exemplo”, disse.
A transmissão de cargo foi assistida por um auditório lotado de procuradores, servidores da Casa e membros de outras instituições, para dar as boas-vindas ao novo procurador geral do Estado. O procurador-geral adjunto é Alexandre Auto de Alencar, que atuou como corregedor-geral nesses últimos quatro anos.
(Assessoria de imprensa: Clarissa Alencar – 81-9488.3939 – Env.p/Antonio Beltrão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *