Ricardo A.L.Camargo, Guilherme J.P.Figueiredo
 e Dalmo de Abreu Dallari
Foto de Vidal Sunción Infante
(Professor titular da UFRN. Advogado)
Tiveram início na noite de segunda-feira, 27/6/2011, o XV Congresso Brasileiro de Advocacia Pública e o III Congresso Sul Americano de Direito de Estado. Na instalação da mesa de abertura, o Prof. Ricardo Antonio Lucas Camargo, Procurador do Estado/RS e Diretor Geral da Escola Superior do IBAP convidou o Prof. Guilherme José Purvin de Figueiredo, presidente da entidade promotora do evento, a dar as boas vindas aos congressistas e a fazer uma breve narrativa da trajetória histórica da ONG.
Em seguida, foi dada a palavra aos excelentíssimos senhores Procuradores Gerais dos estados da Bahia, do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul e dos Municípios de Bento Gonçalves e de Porto Alegre, bem como os presidentes da Associação dos Procuradores do Estado do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul e do Sindicato dos Procuradores do Estado de São Paulo – Sindiproesp.
Professor Dalmo de Abreu Dallari
Foto de Vidal Sunción Infante
(Professor titular da UFRN. Advogado)

Desfeita a mesa de abertura, foi convidado o Professor Dalmo de Abreu Dallari para tomar assento à mesa. Dalmo Dallari mais uma vez emocionou a toda plateia com palestra sobre o tema central do congresso, “Direito e Dignidade Humana”.
Além de tratar da distinção que se há sempre de fazer entre a busca do ideal da justiça e a fria aplicação da norma jurídica, Dalmo realizou uma incursão pela própria história do constitucionalismo, discorrendo sobre a Constituição dos EUA e sobre a Revolução Francesa. Suas lições foram relembradas durante os cinco dias do congresso, em praticamente todas as intervenções dos palestrantes e painelistas que o sucederam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *