No Dia Internacional de Combate à Corrupção, a cidade de São Paulo – SP ganha Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP). O evento de fundação aconteceu no auditório da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), no bairro da Liberdade, capital paulista.

Dois dias depois de haver assinado o termo de adesão como parceiro do Observatório Social de São Paulo, o Instituto Brasileiro de Advocacia Pública esteve presente ontem, dia 9 de dezembro de 2015, às 19 horas, ao auditório da FECAP, em São Paulo, à assembleia de fundação da nova entidade, que terá abrangência municipal. A associada Patrícia Mauro Diez foi designada representante do IBAP em todas as reuniões desse coletivo. Também estiveram presentes ao evento histórico outros tradicionais parceiros do IBAP, tais como o Movimento do Ministério Público Democrático, a Ordem dos Advogados do Brasil – Secção São Paulo e o Sindilex – Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal de São Paulo e do Tribunal de Contas do Município de São Paulo.

Esse fórum social, já existente em outras cidades do país, tem por objetivo principal contribuir para o combate à corrupção e para a introdução de medidas que resultem em economia para os cofres públicos. Uma de suas vertentes de ação é a implementação de programas de educação fiscal, que têm como principais propósitos ensinar de onde vem o dinheiro público (sistema tributário) e qual a sua aplicação em prol da sociedade.

Dentre os princípios que norteiam o Observatório Social está o de que, para acabar com o círculo vicioso de corrupção privada e pública, é preciso implementar mudanças sistêmicas e estruturais, tais como o fim da impunidade, considerada em diversos estudos e pesquisas sociais como sendo uma das maiores razões da persistência da improbidade. O objetivo central de atuação dos observatórios sociais é o de propor aos governos locais a adequada e transparente gestão dos recursos públicos, por meio da participação e controle social. Com ações de prevenção à corrupção e educação fiscal de cidadãos comuns e de funcionários públicos municipais, a rede de observatórios já economizou mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos de 50 cidades brasileiras, nos últimos três anos.

Informações adicionais: fobsampa@yahoo.com.br ou (11) 9 8539 3321

????????????
Guilherme Purvin de Figueiredo (Secretário-Geral do IBAP) e Patrícia Mauro Diez (associada designada representante do IBAP junto ao Observatório Social de São Paulo)
????????????
Apresentação dos planos de ação do Observatório Social de São Paulo.
20151209_193419
Guilherme Purvin de Figueiredo e Patrícia Mauro Diez na assembleia de fundação do Observatório Social de São Paulo
????????????
Mesa de condução dos trabalhos da assembleia de fundação do Observatório Social de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *